camping beira rio

História Imprimir E-mail

O nome Itapoá tem origem indígena e quem dizer “pedra que surge” em referência a uma rocha submersa no mar que aparece durante a maré baixa.

 
Os primeiros habitantes de Itapoá foram os índios carijó, que habitavam a região, e admiravam esse acontecimento sempre a espera do ressurgimento da pedra. Os índios deixaram registros em diversos sambaquis encontrados espalhados por Itapoá: na Estrada do Sol, ao longo das margens dos Rios Saí Mirim e Saí Guaçu, na entrada da cidade. O município, que pertenceu a São Francisco do Sul e a Garuva, tornou-se independente em 1989.
 
Os Sambaquis são montões de conchas, restos de cozinha, esqueletos, depositados por tribos selvagens que habitavam o litoral na pré-história
 
O município litorâneo conta com 256,1 km², na divida dos estados do Paraná com Santa Catarina. Itapoá tem 32 km de belíssimas praias, duas ilhas, sendo elas: Ilha do Saí Guaçu e Ilha de Itapeva e outros atrativos naturais, como matas e cachoeiras. A sua principal atividade é o turismo, seguido da pesca e agricultura.
 
Atualmente conta com 19.355 habitantes fixos (IBGE 2017), e no verão com população flutuante de até 100.000 pessoas.
 

Com as águas mais quentes do sul do Brasil, Itapoá oferece 100% de balneabilidade durante todo o ano.

 

Fonte: AMUNESC – Associação de Municípios do Nordeste de Santa Catarina.

 



Fornecido por LondriMarketing - Criação e Hospedagem de Sites.